Como Perder E Tonificar A Barriga Em Até 8 Semanas

Os Perigos Da Dieta Da Proteína


A meditação é uma prática milenar que surgiu com o objetivo de pôr o sujeito em uma jornada para o autoconhecimento. Desta forma, é possível descobrir o porquê de nossas atitudes, sentimentos, motivações e ações. Seria possível canalizar essa prática para adquirir melhores resultados no emagrecimento? Considerando que a meditação é uma prática que vai conduzir você a se melhor conhecer, podemos, sim, dizer que ela vai te proteger muito no método de redução de peso. No final das contas, assim sendo você descobrirá respostas para aquelas perguntas que todo mundo que quer emagrecer faz: por que não consigo me controlar?


Por que excesso demasiado à noite? Por que sinto tanta preguiça? Por que não consigo fazer exercícios? Por que não bebo água? Por que continuo fazendo coisas que eu imagino que me farão ficar mais gordo? Estas perguntas, que várias vezes parecem ter respostas óbvias, são muito mais complicadas do que parecem. Para respondê-las, é necessário irmos de encontro ao nosso “eu interior”. O teu “eu exterior” é aquele que você mostra pros outros. É aquele que está sendo sempre cobrado para agir da maneira como a comunidade e o nosso dia a dia pede, sempre dependendo do fato em que estamos inseridos.



O teu “eu interior” é a tua verdadeira essência. É lá que você encontrará as respostas que procura para achar todas as tuas motivações e porque você age de determinadas formas. Inicialmente, pode soar como uma ideia bem penoso de ser consumada. Alguns trabalham o dia inteiro e devem cuidar de moradia, alguns trabalham e estudam e outros ainda trabalham, estudam e devem cuidar de casa. Com um cotidiano tão corrido e abundante em demandas que exigem muito da gente, como conseguir meditar?


Como esvaziar a mente com tantas preocupações? Infelizmente, não há uma fórmula mágica. Caso queira fazer este investimento na sua saúde mental, você vai precisar de muita paciência, assunto e obediência, e também um espaço calmo, arejado e confortável. Um estudo executado pela Escola de Otago, Nova Zelândia, concluiu que meditar tem êxito mais do que “fazer dieta”. As mulheres foram divididas em três grupos, sendo que aquelas que meditavam tiveram mais sucesso no emagrecimento do que aquelas que não cultivavam este vício. Segundo os pesquisadores, a meditação ajudaria a pessoa a se ater mais à aflição e prestar mais atenção no que come.


Bem como comemos com os olhos, direito? Enxergar continuamente uma pequeno quantidade de comida ajuda a avigorar o hábito de nos sentirmos saciadas comendo menos”, garante a nutricionista Camila Avileis, do Centro Terapêutico Doutor Máximo Ravenna, em São Paulo. Na prática, ela recomenda firmar a refeição ao centro do prato (se a tua vontade é emagrecer) ou regressar até três dedos da borda (pra manter o peso). A superior quantidade de fibras presente nos alimentos integrais faz com que eles fiquem mais firme, o que exige uma mastigação mais lenta e duradoura.


Com isto, você ganha tempo e o cérebro envia a mensagem de saciedade antes de terminar a refeição”, diz a nutricionista Thayssa Lima, do Rio de Janeiro. Todavia, para a estratégia funcionar e você não amargar uma constipação daquelas, é necessário beber bastante água. Isso diminui o risco de consumir uma quantidade superior de comida e, pior, sem perceber o que está fazendo”, anuncia a nutricionista Fernanda Machado Soares. Em tempo: não são somente a tevê, o smartphone e o iPad que levam a essa distração - um excelente livro bem como. A ideia é que você coma de três em 3 horas. Os benefícios dessa prática são manter o metabolismo ligeiro, fazer com que você chegue menos faminta à refeição seguinte, diminuir os belisquetes e minimizar a angústia e a compulsão alimentar”, tabela a nutricionista Andrezza Botelho.


Contudo para a estratégia impactar pela balança é preciso optar a toda a hora por itens pouco calóricos, ok? Eles aumentam entre 10% e 15 por cento o gasto calórico diário! O nutricionista Renato França apresenta 3 boas opções: gengibre (uma colher de sobremesa por dia é suficiente), chá verde (6 xícaras diárias trazem bons resultados) e pimenta vermelha (consuma o equivalente a uma do tipo dedo-de-menina por dia). Exagerar não duplica os bons efeitos. Pelo contrário, visto que pode causar irritação no sistema digestivo e mudanças no sono, por exemplo”, alerta o especialista.




Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *